12.10.09

fatalidades

no ano passado ganhei um pandeiro no aniversário.
"parabéns, linda"

nunca mais toquei pandeiro...
e ele, nunca mais ", linda".

4.10.09

Café pingado

Quando vier em casa
Não suba
Espere no portão
Olá, como vai
Aperto de mão e
Suma suma suma
Não suma, volte

Se vier, não se sente no sofá
Não deixe a mostra a nuca
Não me conte nada
Não vou mais fazer
Seu pingado com chocolate
Nunca nunca nunca
A nuca sim
Eu quero ver
Fungar na sua nuca
Nunca nunca nunca mais
Volte aqui

20.5.09

se eu fosse tua, entregava minha cabeça a teus pés. seria tua mulher vendada, aquela que você tomou pela mão e atravessou a rua dos ônibus velozes. ela não abriu os olhos e eu também não abriria. se eu fosse tua - "corta, corta minha cabeça" - seriam teus todos os meus calafrios de medo e de dor e eu estaria segura, corpo sem cabeça a vagar no teu colo e pelo teu corpo, teu quarto, tuas bebedeiras, a velar-te o sono e a insônia. minha cabeça vidrada junto à tua no travesseiro, sonhariamos os mesmo sonhos. e acordados, dançariamos, muito. você, a cabeça, o corpo e eu n'algum lugar.

Corta, beibe, corta minha cabeça.